sexta-feira, 23 de junho de 2017

Marconi tenta comprar 78 ex-prefeitos com R$1.750,00 e leva bronca

O governador Marconi Perillo (PSDB) nomeou de uma só vez pelo menos 78 ex-prefeitos derrotados ou que não disputaram eleições do ano passado para cargos comissionados do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e do Vapt Vupt, com salários de R$ 1750

Ao ver as nomeações publicadas no Diário Oficial do Estado (DOE) de terça-feira, 20, vários ex-prefeitos pediram a "desnomeação". Muitos se sentiram ofendidos, especialmente com os R$ 1750 de salário mensal.

Os ex-prefeitos representam 40% dos 195 eleitos que não continuaram nos cargos porque ou perderam as disputas do ano passado ou não tentaram a reeleição. Todos foram incluídos em um pacote com 176 nomeações, entre as quais também estão o ex-vice-prefeito de Itapuranga, José Garcia Pires, duas ex-primeiras-damas e o filho do prefeito de Senador Canedo, Divino Lemes (PSD), Daniel Uiatan Miguel Lemes.

Os cargos são os mesmos que foram inicialmente criados a partir de emenda não divulgada do líder do Governo na Assembleia Legislativa, Francisco de Oliveira (PSDB), e posteriormente derrubados pela Justiça. Alegando necessidade de suprir demanda de atendimento nas unidades do Vapt Vupt, o governador Marconi Perillo (PSDB) acabou enviando depois nova proposta com o mesmo teor. 

Em nota, o governo informou que as nomeações dos ex-prefeitos foram publicadas “equivocadamente” e que publicará novo decreto tornando as mesmas sem efeito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

BRASÍLIA OFFICE