Marconi Perillo e Fábio Corrêa vistoriam obras rodoviárias na região do Entorno do DF

Marconi iniciou sua agenda de trabalho neste final de semana no município de Cristalina, Entorno Sul do Distrito Federal

Pouco mais de 10% dos recursos provenientes da privatização da Celg, que compõem o orçamento superior a R$ 10 bilhões do Programa “Goiás na Frente”, foram utilizados até agora em várias frentes de trabalho que foram abertas em todas as regiões do Estado. Este montante chega a cerca de R$ 130 milhões, segundo estimativa feita pelo governador Marconi Perillo na manhã deste sábado.

Na noite de sexta-feira (9) o governador esteve em Brasília para um jantar com o presidente Michel Temer, ministros e várias lideranças do Congresso Nacional. “Não perdi a oportunidade. Aproveitei o momento para pedir mais dinheiro para o nosso programa “Goiás na Frente”. Estou otimista que conseguiremos mais recursos para ampliar ainda mais os nossos investimentos em todas as regiões do estado”, informou.

Marconi iniciou sua agenda de trabalho neste final de semana no município de Cristalina, Entorno Sul do Distrito Federal. Acompanhado do vice-governador José Eliton, do deputado federal, Célio Silveira, do deputado estadual, Diego Sorgatto, dos prefeitos de Cristalina, Daniel Vaz (PSB), e da Cidade Ocidental, Fábio Corrêa (PRTB), além de vereadores e lideranças políticas de toda a região, Marconi esteve na sede da fazenda Pamplona, a 65 quilômetros de Cristalina e 45 quilômetros de Luziânia para vistoriar as obras de reconstrução da GO-436, numa extensão de 78 quilômetros que começa na BR-040 e vai até as proximidades de Formosa, no Entorno Norte.

A rodovia foi pavimentada no primeiro governo de Marconi, no início do ano 2000. Esta é a primeira obra de reconstrução da rodovia depois de quase 15 anos.

Com recursos do programa “Goiás na Frente”, o governo do Estado investe R$ 65 milhões na obra que beneficia um dos mais importantes eixos de produção agrícola do País. Só a Fazenda Pamplona, que sediou a solenidade de vistoria, possui 20 mil hectares de terras cultivadas com algodão, milho e soja. “Trata-se de uma rodovia estratégica para o agronegócio. A região precisa de boas rodovias para poder escoar sua altíssima produção e o grande volume de mercadorias que saem das indústrias aqui instaladas”, declarou o governador.

Marconi lembrou que o município de Cristalina abriga o maior número de aparelhos de irrigação em utilização na América Latina. Reiterou a orientação sua e do coordenador do programa, José Eliton, no sentido de que as obras em andamento pelo programa “Goiás na Frente” sejam feitas rapidamente e com qualidade. “Queremos celeridade e qualidade porque o estado está cumprindo a sua parte, que é pagar os serviços em dia. O dinheiro está no caixa. Terminou a obra, recebe em dia”, garantiu.

A GO-436 também é ponto de partida da GO-010, com 45 quilômetros de extensão até a BR-040 nas proximidades do trevo de acesso à cidade de Luziânia. Esta será a próxima rodovia a receber obras de reconstrução na região do Entorno Sul. Nela, o Governo do Estado investirá mais R$ 7,8 milhões. Segundo o governador, “tão logo terminemos a reconstrução da 436, iniciaremos esta outra obra”.

No encerramento do curto pronunciamento que fez, fez um apanhado do que Goiás representa hoje na economia e na produção brasileira: “É o melhor e mais próspero Estado; aquele que tem mais competitividade e potencialidade. Temos que juntar nossas forças para continuar a levar o progresso a todas as regiões”.

Ao final da solenidade, o governador Marconi Perillo e o vice-governador José Eliton foram homenageados com uma estatueta do garimpeiro, símbolo do explorador das riquezas minerais de Cristalina, “pelos relevantes serviços prestados ao município”. A homenagem foi prestada pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Marquinhos Abrão.

O prefeito Daniel Vaz disse estar confiante que realizará uma boa administração “graças ao apoio que está tendo do governo do Estado”. Durante a solenidade, o governador Marconi Perillo e o vice-governador José Eliton assinaram convênio com a Prefeitura liberando R$ 3 milhões para investimentos em obras de infraestrutura, principalmente recuperação de pavimentação urbana.

“O momento político e econômico do País não é bom. Hoje é preciso termos criatividade e disposição para administrar. Com o apoio do governador Marconi, as coisas ficam mais fáceis”, salientou o prefeito ao testemunhar que o governo do Estado, por intermédio do “Goiás na Frente”, tem realizado obras em todas as regiões do Estado.

“Estamos cientes da crise, mas enxergamos dias melhores porque vemos o governador e o vice trabalhando incansavelmente. Sabemos que todos os dias em Goiás o estado inicia grandes obras ou inaugura outras. Isso mostra que o Estado está sabendo superar as dificuldades. Só temos que agradecer por tudo o que está sendo feito”, finalizou.

Coordenador do programa “Goiás na Frente”, o vice-governador José Eliton declarou ser prazeroso ver Goiás investindo em tantas frentes de trabalho num momento em que o País lamenta os efeitos da crise e a falta de recursos por parte dos estados e municípios. Eliton considera que a ação do governador Marconi Perillo na viabilização de programas de investimentos para superar a crise são a prova de que “em Goiás o administrador público sabe transformar dificuldades em oportunidades”.

Ao mensurar a importância da obra que reconstrução da pavimentação da GO-436, o vice-governador lembrou que a região é um dos mais importantes referenciais do PIB positivo do Brasil. “O Estado está dando total atenção à infraestrutura da região porque aqui se concentra uma das áreas mais produtivas e ricas do Brasil”, comentou.

Comentários

Política

Mais vistas

Sondagens mostram o candidato de Marconi Perillo para 2018 como um fiasco

Goiás

Concursos