domingo, 19 de março de 2017

Moradores reclamam de falta de infraestrutura em Planaltina de Goiás

Segundo o secretário de Obras da cidade, algumas medidas já foram tomadas, como a operação tapa-buracos e a reparação de áreas que estão sem iluminação

Os moradores de Planaltina de Goiás, a 49 quilômetros de Brasília, reclamam da falta de serviços básicos, como pavimentação e iluminação pública. Segundo a comunidade, os problemas se arrastam há anos.

Por toda a cidade é possível ver ruas cheias de buracos e sem calçadas, tanto nas áreas comerciais como residenciais. Em alguns pontos o mato cresce, gerando insegurança, como acontece na Quadra 3 do Setor Norte. Lá o campo de futebol foi tomado pelo mato e não há iluminação.

Como paliativo, a prefeitura iniciou recentemente a operação tapa buracos

Os moradores do bairro da Brasilinha 17 também sofrem com a falta de iluminação e o mato alto. Segundo o Presidente da Associação de Moradores, José Carlos de Souza, na rua principal há apenas uma única lâmpada, e os moradores têm que andar cerca de um quilometro na rua escura e tomada pelo mato.

No caso de Brasilinha 17, José Carlos entregou no dia 23/2 um Ofício à Secretaria de Obras em que solicita a manutenção da iluminação no bairro. A Associação de Moradores adianta que, caso a prefeitura não resolva o problema, o Ministério Público será acionado.

Já a prefeitura diz que as questões vão ser encaminhas. Segundo o Secretário de Transporte e Obras, Marcionílio Dias dos Santos Neto, a demora para a manutenção da rede elétrica da cidade se deve ao fato de as empresa interessadas demorarem a apresentar os orçamentos para serem analisados.

Quanto à pavimentação das ruas e a limpeza, a prefeitura iniciou recentemente a operação tapa-buracos, como medida paliativa, e a limpeza dos canteiros nas avenidas comerciais. No entanto, segundo o secretário, há um grande número de lotes baldios, e para tentar resolver o problema, a prefeitura deverá apresentar projeto na câmara municipal para criação de um imposto progressivo para os donos desses lotes.

Em uma rua da quadra 8 leste, o asfalto cedeu, formando um buraco, após obras da rede de esgoto

Ainda de acordo com o secretário, a prefeitura de Planaltina Goiás buscou junto ao governo do estado recursos para obras de restauração e recapeamento da malha viária da cidade. Entre outras obras, está prevista a retomada de implantação de rede de esgotos nos bairros e quadras aonde as obras foram paradas, devido ao período de chuvas.

Já sobre os buracos nas ruas, o secretário diz que o problema está na falta de manutenção do asfalto. “Muitos desses asfaltos têm mais de 15 anos, quando sua vida útil não deve ultrapassar 5 anos”, conclui Marcionílio.

Por: Izael Pereira
Foto: Izael Pereira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

BRASÍLIA OFFICE