Sem OS, Marconi quer federalização de presídios

Não importa a maneira. Só importa que o governador Marconi Perillo (PSDB) não precise governar. Depois de defender por mais de quatro anos a privatização ou terceirização de presídios goianos, Marconi agora defende que os presídios do Brasil sejam federalizados

O que o tucano não fala é que ele somente defende a federalização hoje, pois a Organização Social (OS) Umanizzare, responsável pela gestão do presídio de Manaus, onde mais de 60 presos foram mortos em duelo de quadrilhas no começo do mês, doou, junto de outra empresa goiana, a Coral, R$ 3 milhões a campanha do tucano.

Com isso, Marconi se viu ligado diretamente à tragédia e ao início da crise dos presídios que se proliferam pelo país. Marconi tem se mostrado um Midas ao contrário. O que ele toca, ao invés de virar ouro, apodrece ou se liga a casos de corrupção.

Comentários

Política

Mais vistas

Sondagens mostram o candidato de Marconi Perillo para 2018 como um fiasco

Goiás

Concursos