Dirigentes do futebol candango apresentam demandas ao governador

Em reunião com Rollemberg no Palácio do Buriti, nesta segunda-feira (17), representantes de times da primeira divisão do Campeonato Brasiliense destacaram a reforma de estádios

O governador Rollemberg recebeu nesta segunda-feira (17) representantes de times do Campeonato Brasiliense. Foto: Toninho Tavares.
Medidas para melhorar a próxima edição do Campeonato Brasiliense de futebol foram tema de reunião do governador Rodrigo Rollemberg com dirigentes de times da primeira divisão do torneio, na tarde desta segunda-feira (17), no Palácio do Buriti. Entre as demandas apresentadas, o grupo priorizou reformas nos estádios.

Questões de patrocínio do Banco de Brasília (BRB) e de efetivo policial para os jogos da competição também foram levantadas pelos representantes dos clubes. Para as reformas, o governador destacou as dificuldades financeiras no orçamento local, mas apontou a possibilidade de a Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) fazer intervenções nos espaços.

Com a presença do deputado distrital Ricardo Vale (PT), presidente do Sobradinho Esporte Clube, outra proposta debatida foi a destinação de emendas parlamentares para essa finalidade. “Com mudanças na federação e o apoio do governo, vamos ter condições de levantar o futebol local”, avaliou.

Eleito neste mês para a presidência da Federação de Futebol do DF após um período como interino, Erivaldo Pereira adiantou que o cronograma e a tabela da disputa serão definidos em novembro. “Queremos resgatar a presença do público.” Em 2015, parte das partidas foi disputada a portões fechados por falta de alvará. A previsão é que o Campeonato Brasiliense 2017 comece na segunda quinzena de janeiro.
"Queremos resgatar a presença do público."Erivaldo Pereira, presidente da Federação de Futebol do Distrito Federal

Depois da reunião, o diretor-presidente da Novacap, Júlio Menegotto, disse que vai receber uma comissão dos times para avaliar o que a companhia poderá fazer na forma de obra direta. “Vamos assumir a manutenção dos campos”, acrescentou.


Também participaram do encontro o presidente do BRB, Vasco Cunha Gonçalves; o diretor de Edificações da Novacap, Márcio Buzar; dirigentes da Federação de Futebol do DF e de dez times do futebol local (Brasília, Brasiliense, Ceilândia, Atlético Taguatinga, Formosa, Luziânia, Gama, Dom Pedro Bandeirante, Sobradinho e Paranoá).

Comentários

Política

Mais vistas

Sondagens mostram o candidato de Marconi Perillo para 2018 como um fiasco

Goiás

Concursos