LUZIÂNIA: Vereadora Professora Jaqueline faz um balanço de seu trabalho

Na tarde desta terça-feira (14/06), na Câmara Municipal de Luziânia, em entrevista exclusiva ao portal a Vereadora Professora Jaqueline, fala um pouco de sua historia, como entrou na política e faz um balanço de sua atuação como Secretária de Educação e como vereadora

    Foto: Pedro Paulo.
1) Vereadora, para começar a nossa entrevista conte um pouco de sua história como educadora?

Jaqueline Cristóvão - Meu nome é Jaqueline Aparecida dos Santos Cristóvão, nasci em 07/03/1978 em Brasília, mas sou cidadã Luzianiense. Fui criada aqui nesta amada cidade. Desde criança dizia que queria ser professora. Aos doze anos, pedi a meu pai que construísse um espaço para dar aulas de reforço a crianças carentes. Comecei e nunca mais parei. Cursei magistério, pedagogia, pós graduação em psicopedagogia. Passei no concurso para professora da Rede Estadual de Goiás em 1999 e passei por todas as esferas da rede: Atuei em sala de aula, como coordenadora de projetos na Subsecretaria, fui vice-diretora e depois diretora eleita por dois mandatos consecutivos no Colégio Estadual Professor Antônio Março de Araújo-CEPAMA. Colégio que tinha má fama, mas conseguimos, com a ajuda da comunidade, dos pais e dos funcionários, transformá-lo em uma escola maravilhosa e digna.


2) Como surgiu a possibilidade de ingressar na vida pública?

Jaqueline Cristóvão - Na verdade, eu nunca almejei. O convite veio por meio do prefeito Cristóvão, que na época era Deputado Estadual. Após muito tempo, resolvi aceitar o convite, com total apoio da família, amigos da igreja (pois sou católica praticante), dos pais, alunos e funcionários do Colégio e me ingressei no partido PSD (Partido Social Democrático) na qual o do Prefeito Cristóvão também faz parte e fui eleita com 1840 votos.


3) Como foi a responsabilidade de trabalhar com uma eleição com 1840 votos?

Jaqueline Cristóvão - Sim, com certeza. Levo os meus eleitores e o povo de Luziânia muito a sério. Para quem nunca havia se candidatado é muito voto. Fui a mais votada do partido. Logo após eleita, e por conhecer bem meu trabalho como educadora, o prefeito Cristóvão me convidou a ser secretária de educação. Assumi com muita dedicação e realizamos muitos projetos maravilhosos durante dois anos.


4) Quais foram as usas realizações na Secretaria Municipal de Educação de Luziânia?

Jaqueline Cristóvão – Realizamos importantes ações como o regate do desfile Cívico de 7 de setembro e 13 de dezembro com apresentações belíssimas das unidades escolares, por meio de temas pré-estabelecidos que contribuam para o conhecimento das crianças. Criamos o CONLUZ - Congresso de Literatura que trabalha o incentivo à leitura entre jovens, crianças e adolescentes, além de oficinas para aperfeiçoamento para professores, com escritores renomados de todas as partes do mundo. Fizemos o projeto Escola Renovada onde reformamos ás 63 unidade de ensino do município. Avaliação externa com os alunos da rede para detectarmos suas principais dificuldades e prepará-los para o IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) e para um melhor rendimento em seus estudos. Entregamos Kits Escolares completos, com material de alta qualidade para as quase 25 mil crianças matriculadas na rede. Conseguimos recursos para a construção de creches que ainda estão em andamento e em breve serão inauguradas. Construímos uma Escola de Tempo Integral, à base de economias, com uma estrutura jamais vista em nossa região com piscina semi-olímpica, ginásio, biblioteca, refeitório, auditório, 21 salas de aula e amplo estacionamento. Foi um trabalho prazeroso e gratificante, apesar de árduo. Conheci e trabalhei com servidores e pessoas maravilhosas e muito competentes.;


5) Por que a senhora saiu da Secretaria de Educação?

Jaqueline Cristóvão – Amo a educação, mas tinha também que exercer meu mandato como vereadora. Muitos eleitores me cobravam isso. Fiquei dois anos e considero que fiz um bom trabalho, deixando minha contribuição com o total apoio do prefeito.


6) E como estão os trabalhos na câmara?

Jaqueline Cristóvão – Estão ótimos, tenho aprendido muito. Estou visitado os bairros, ouvindo os moradores, criado projetos de lei. Enfim, estamos a todo vapor para o povo e pelo povo.


7) Você poderia citar alguns de seus projetos na câmara municipal de Luziânia?

Jaqueline Cristóvão – Claro. Primeiramente, gostaria de citar que realizo há dez anos palestras gratuitas em igrejas, escolas, associações de bairros, entre outras instituições e agora pude voltar a essa prática, pois na secretaria não dava tempo. Esse trabalho me completa e me dá muita alegria, toda semana apresento solicitações pedindo melhorias para TODOS os bairros, por meio de requerimentos e indicações. Faço constantemente ações nos bairros, levando o que os moradores precisam por meio de parcerias com instituições renomadas como o SENAC entre outras. Institui um projeto para que a disciplina "TRÂNSITO - educação para a vida" seja inserido no currículo da Secretaria Municipal de Educação para que cada criança aprenda desde cedo a importância do comportamento e do seguimento das leis de trânsito, desenvolvendo desde cedo a responsabilidade cidadã. Fiz o projeto que institui a Semana do Educador, para que no mês de outubro, educadores em geral, como agentes, assistentes, auxiliares de educação (merendeiras, auxiliares de limpeza e porteiros), professores, supervisores e diretores tenham uma semana de descanso SEM intervir nas 800 horas e nos 200 dias letivos mínimos garantidos por lei aos educandos, por meio da Lei de Diretrizes e Bases da Educação. Criei o projeto de lei que institui a semana do micro empreendedor individual, nesta semana, os micro e pequenos empresários, inclusive os micro empreendedores individuais, terão palestras gratuitas e treinamentos para aprimorem seus conhecimentos e suas práticas com o objetivo de fomentar o comércio local e fazer com que seus negócios cresçam. Institui também o Projeto FESTIVAL DE TALENTOS ESPECIAIS, pois temos muitas crianças especiais na rede, que sabem cantar, dançar, se expressar por meio da arte e nunca tiveram oportunidade de mostrar seu talento. Com esse projeto, conseguimos inseri-las na comunidade e fazer com que elas tenham sua autoestima resgatada, fazendo lindas apresentações.
 
Foto: Luiza Maria.

Também solicitei a construção de quiosques para investimentos no comércio local, pistas de caminhada, ciclovia, parque infantil (Playground) e uma praça, às margens do Rio Serra do Lago , próximo ao Estádio Zequinha Roriz, sem comprometer a preservação ecológica do local, para que as pessoas que não tenham condições de frequentar o Lago Corumbá IV e usufruir de suas belezas, possam se divertir no Parque Ecológico às margens do Serra do Lago. Recentemente, após várias solicitações, consegui com nosso prefeito, a pavimentação asfáltica das ruas Abílio Rodrigues, Cecilia Meireles, Joaquim Nabuco, Leolince (o pedaço que está sem asfalto), Padre Nolasco, Raquel de Queiroz, Vasco dos Reis do Parque Estrela Dalva II. Todas as pavimentações estão e andamento e estou indo em loco verificar. Enfim, faço meu trabalho com honestidade, respeito e dignidade, sempre com humildade e carinho com todos que me procuram. Por isso criei este lema: Com fé e trabalho, tudo é possível.

8) Muita gente comenta que o seu gabinete é o primeiro a abrir e o último a fechar, até mesmo em horário de almoço fica aberto, por quê?


Jaqueline Cristóvão – Porque muitas pessoas que atendo, só têm a oportunidade de ir até o gabinete em horário de almoço ou depois do expediente... Por isso estamos lá para recebê-los e disso eu não abro mão. Esse diferencial tem ajudado muita gente e isso me deixa muito feliz.

Comentários

Política

Mais vistas

Sondagens mostram o candidato de Marconi Perillo para 2018 como um fiasco

Goiás

Concursos