Dr. Célio deve ser leito o único representante do entorno na Câmara Federal

A Região Metropolitana de Brasília, nunca foi tão cobiçada pelos políticos como agora. Vale lembrar que apesar de ter um dos maiores índices de violência no País, comparada inclusive com a “Baixada Fluminense”, a Região conhecida como Entorno, cresce de forma acelerada, devido ao alto poder aquisitivo de Brasília, onde o cidadão da classe média almeja adquirir o segundo imóvel. Nesse sentido, é muito mais confiável investir em cidades como: Formosa, Luziânia, Cristalina, Cidade Ocidental, Pirenópolis, ou Valparaiso, que em cidades do DF tais como, Samambaia e Santa Maria.

Os municípios da Ride, ou seja, Região Integrada de Desenvolvimento do Entorno, têm hoje cerca de 1 milhão e 300 mil habitantes, o que representa 600 mil eleitores em Goiás, e mais 100 mil no Distrito Federal. Acredita – se que outros 100 mil, são eleitores de seus estados de origem, principalmente do nordeste brasileiro.

Como se viu na eleição majoritária de 2010, o governador Marconi Perillo decidiu sua vitória por meio de votação expressiva no Entorno de Brasília. Por outro lado, os eleitores que moram nas 19 cidades do Entorno e votam em Brasília, foram capitaneados pela família Roriz, que permitiram levar dona Weslian Roriz para disputar o segundo turno com o atual governador Agnelo Queiroz. Vale lembrar que as filhas de dona Weslian e Joaquim Roriz, se elegeram com votação expressiva: Jaqueline para deputada federal e Liliane para distrital, com o complemento dos votos da Região Metropolitana de Brasília.

Os políticos do Entorno, começam a se conscientizarem, da importância de eleger os seus representantes com os votos dos munícipios que circundam a capital brasileira. Em 2012, por exemplo, três deputados estaduais foram eleitos: Valcenor Braz (PTB) Luziânia, Sônia Chaves (PSDB) Novo Gama e Hildo do Candango (PSB) Águas Lindas, além da votação expressiva de 20.336 votos obtida por Itamar Barreto, (PSD), que ficou como primeiro suplente. Ele é o atual prefeito de Formosa.

É com esse raciocínio, que o doutor Célio Silveira, médico, ex - deputado estadual e ex - prefeito de Luziânia pelo PSDB, monta equipe técnica para organizar sua campanha rumo à Câmara Federal, com base nos votos do Entorno. Segundo analistas, Célio Silveira poderá obter nos municípios de Luziânia, Cristalina, Novo Gama, Cidade Ocidental e Valparaiso, cerca de 100 mil votos. Entretanto, o político já abre espaço no Entorno Norte, em cidades como: Planaltina de Goiás, Formosa, Vila Boa, além de cidades localizadas na BR 060, via Goiânia: Pirenópolis, Alexânia e Abadiânia. Tudo indica que um deputado eleito pela Região poderá ultrapassar os 150 mil votos.

Amigo do governador Marconi Perillo, Célio Silveira trabalha para recuperar o espaço perdido pelos tucanos em 2012, quando o PSDB foi derrotado em cidades como Valparaiso, que era comandada pela tucana Lêda Borges, Novo Gama pelo ex - prefeito Doka, também do PSDB e a própria cidade natal de doutor Célio, hoje administrada pelo psdista Cristóvão Tormin.


Analistas da política goiana acreditam também, na possibilidade do Partido dos Trabalhadores emplacar com sucesso, um nome para concorrer com o tucano na Região, visto que o partido de Dilma Rousseff elegeu a prefeita Lucimar Conceição em Valparaíso. Ressaltamos ainda que o PT começa a melhorar sua performance na cidade de Formosa, com a presença constante do ministro da casa civil Aloizio Mercadante, onde tem amigos que ajudaram o presidente Lula a fundar o legenda, em 1980.

Comentários

Política

Mais vistas

Sondagens mostram o candidato de Marconi Perillo para 2018 como um fiasco

Goiás

Concursos